terça-feira, 14 de setembro de 2010

#52 - Eu escolho liberdade


Eu escolho liberdade
Em vez de flamingos desbotados
Do Zoológico de São Petesburgo.

Quando estiver frustrado escolha Kravchenko
Kravchenko denunciou as coletivizações forçadas
E a fome em massa na Ucrânia durante o stalinismo
E se refugiou em Nova York
Mas quando ele venceu processos contra a URSS
E virou herói nos EUA, ele escolheu a justiça
Em vez da caça as bruxas de Mc Carthy
E foi viver na Bolívia gastando todo o dinheiro do seu Best-Seller
Na organização coletiva de fazendeiros pobres.
Arrasado pelo fracasso de seus esforços,
Ele se recolheu sozinho a sua casa em Nova York
E sabendo que esse era o último e genuíno ato comunista possível
Atirou contra si mesmo no início dos anos 1960.

3 comentários:

  1. "Eu escolho a liberdade"!!!!

    Uau!!!
    Visceral mesmo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Perfeito!
    Pegou de vez jeito da coisa...curto e objetivo. Texto na internet é assim. Leitura "escaneada".

    ResponderExcluir
  3. Oi Bruno, parabéns pelo blog, muito bom!
    Abraços!

    ResponderExcluir