terça-feira, 8 de setembro de 2009

#14 - Bombaim


Hoje estou do tamanho de Bombaim
Há muita gente em mim
Há muita gente em mim

Há muitos sonhos enfim
E uma cinematografia febril
Que insiste em registrar
As tantas possibilidades de encontros hoje

A velha miséria passa de bicicleta
No meio da miséria de tantas bicicletas velhas
Há pequenos, mas muitos sonhos em mim
Hoje ainda entardeço do tamanho de Bombaim

Nenhum comentário:

Postar um comentário